http://youtu.be/8ZSe04a4ugM

FEITA PRA MIM

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

OLHA O TEU JARDIM.....



OLHA no teu jardim as rosas entreabertas, e nunca as pétalas caídas...

OBSERVA em teu caminho a distância vencida e nunca o que falte ainda...

GUARDA do teu olhar os brilhos de alegria e nunca as névoas de tristezas...

RETÉM da tua voz risadas e canções e nunca os teus gemidos...

CONSERVA em teus ouvidos as palavras de amor e nunca as de ódio...

GRAVA em tua pupila o nascer das auroras e nunca os teus poentes...

CONSERVA no teu rosto as linhas do sorriso e nunca os sulcos do teu pranto...

CONTA aos homens o azul das tuas primaveras e nunca as tempestades do verão...

GUARDA da tua face apenas as carícias, esquece as bofetadas...

CONSERVA de teus pés os passos retos e puros, esquece os transviados...

GUARDA de tuas mãos as flores que ofertaram, esquece os espinhos que ficaram...

De teus lábios CONSERVA as mensagens bondosas, esquece as maldições...

RELEMBRA com prazer as tuas escaladas, esquece o prazer fútil das descidas...

RELEMBRA os dias em que fostes água limpa, esquece as horas em que foi brejo...

CONTA e mostra as medalhas das tuas vitórias, esquece as cicatrizes das derrotas...

OLHA de frente o Sol que existe em tua vida, esquece a sombra que fica atrás...

A flor que desabrocha é bem mais importante do que mil pétalas caídas;

E só um olhar de amor pode levar consigo calor para aquecer muitos invernos...

A bondade é mais forte em nós

E dura muito mais do que o mal que nós mesmos praticamos...

SÊ OTIMISTA, e não te esqueças
de que...

É no fundo das noites sem luar que brilham muito mais as estrelas!

Que teu jardim seja o mais florido

BEIJOS PERFUMADOS DE FLORES DO MEU JARDIM.....IZILDA ARIEL

DE CORAÇÃO PRA CORAÇÃO


DE CORAÇÃO PARA CORAÇÃO


O que separa corações não é a distância,
é a indiferença.
Há pessoas juntas estando separadas por milhares de quilômetros e outras separadas vivendo lado-a-lado.

Muitas vezes nos importamos com o que acontece no mundo, nos sensibilizamos e pensamos até em fazer alguma coisa, mas nos esquecemos do que se passa ao nosso lado, na nossa casa, na nossa família
e mesmo na vizinhança.
Colocamos, sem querer, barreiras entre os corações que nos cercam.

A indiferença mata lentamente, anula qualquer sentimento; e assim criamos distâncias quando estamos tão próximos.

As pessoas se habituam tanto àquelas que convivem com elas que elas passam a não notá-las mais, a não dar mais importância.

Mas, se quisermos transformar o mundo, comecemos por transformar a nós mesmos.
Se quisermos entrar em combates para melhorar algo para o futuro, que esse combate comece dentro da nossa própria casa.

Precisamos olhar os que estão ao nosso lado sempre com olhos novos.
Comunicar mais, destruir mais barreiras e construir mais pontes.
Precisamos nos dar de coração a coração.
A melhor maneira de acabar com a indiferença de uma pessoa em relação a nós é amá-la.
O amor transforma tudo.

Não permita que pessoas ao seu lado morram de solidão!
Não permita que elas sintam-se melhor
fora de casa que dentro dela!
Dê atenção, dê do seu próprio tempo!
Comunique-se!
Assista menos televisão e converse mais.
Riam juntos.

Há quanto tempo você não diz para a pessoa que vive ao seu lado que gosta dela?
A gente não recupera tempo perdido.
Mas podemos decidir não perder mais.

Vamos amar os corações que nos cercam e tentar alcançar novamente aqueles que se distanciaram.

Há sempre tempo para se amar.
E se não houvesse, o próprio amor seria capaz de inventar.
leticia tomphson

DESTRAVANDO PORTAS




Às vezes é preciso destravar portas,
Abrir todas as janelas, deixar o vento entrar,
Destravar os cintos da insegurança
E decolar para assistir a terra de luneta,
Comer pipoca sentado na lua,
Escorregar pelas pontas das estrelas,
Dançar no ventre das nuvens,
Sonhar em outros planetas...
E dar as risadas com os cometas...
Às vezes muité preciso ficar só...
Com um papel e uma caneta para colorir o coração
E colocar mais alegria no viver
E se encantar com a felicidade
E não se esquecer dos sonhos
BEIJO DA LEOA